Ultimamente… sinto-me desolada

Há dois anos o V. tinha a idade que a Mi tem agora, e eu estava grávida.

Hoje, dói-me muito imaginar na maldade que fiz ao V. 

É uma dualidade de sentimentos muito grande. Muito opostos.
Tenho a certeza de que dei ao V. a melhor companhia para a vida. E quando os vejo junto, abraçados, meigos, amigos, tenho a certeza de que foi a melhor decisão.

Mas quando olho para a Mi, vejo o quão pequenino e dependente era o V…. e hoje, não consigo imaginar a refazer o que fiz.

Dói imaginar que deixou de ser o bebé da casa cedo demais, que “ficou sem a mamã” cedo demais, de deixou a mama cedo demais, teve de partilhar o colo com uma barriga a crescer e depois uma irmã, que rouba sempre a mãe, a atenção e o cuidado, por muitas vezes nos tentarmos dividir em mil e estar sempre lá.

Mas sei que as coisas mudaram para ele… é inevitável.

Mas depois, vemos a companhia, as brincadeiras a cumplicidade 🙂 e isso preenche o coração e dá alento, e sabemos que estamos a fazer o certo.

E tenho a certeza de que não me arrependo de nada! e somos todos imensamente felizes <3

Mãe de dois, imensamente feliz e realizada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *