Chorar até cair

Até podíamos divagar aqui por todos os males e mais alguns que a síndrome do abandono cria nas crianças.

Até podíamos recordar os locais mais silenciosos do mundo, com crianças, serem estranhamente orfanatos.

Até podíamos estar a dissertar por mil coisas e mais algumas, não estivéssemos aqui (CIO, treinos de sono) face a um quadro de abandono parental, anti natura, insensível, e outras coisas assim.

Porque claro, que qualquer adulto adora DELIRA quando está a falar de alguma coisa e é ignorado, quando chega a casa carregado de stress e que ainda gozem com ele, claro que todo o adulto adora que nos momentos de dor seja deixado sozinho, fechado em quartos, sem que se lhes toque ou fale ou acarinhe ou aconchegue.

Claro que todo o adulto ODEIA dormir acompanhado, pela esposa ou amiga ou amigo ou quem for (ate com o cão ou o gato), todo o adulto REPELE todo e qualquer contacto físico e odeia ser acarinhado.

Não fosse tudo isto o contrário que se verifica, e não fosse isto uma questão de bom senso e empatia até que se podia fazer.

Sem falarmos na questão animal (sabem, somos mamíferos!!! esqueceram lá pelo desenrolar da história?!) e como a GRANDE MAIORIA precisamos de dormir em NINHO!

Admirem-se porque temos camas, quentinhas, fofinhas, e adoramos fazer conchinha!

Ah, mas espera…

Porque as crianças e os bebés são seres além do adulto com super hiper mega capacidades de autorregulação, consciência e perceção, cheios de manhas e vícios e coisas DE ADULTO que apenas se adquirem com a aprendizagem e sociabilização.

Afinal eles não são nada livros em branco, já tem séculos de história e nascem com tantas falácias que nem sei como precisam de serem alimentados e aprender a andar e a falar. Com tanto saber inato……

Incrível como há seres, que chegam a pais, com tanta coisa pré moldada nas cabeças, e sem sequer um “pera lá, deixa-me ver e investigar afinal o que é isto”, e que continuam a manada….

Até para nascer é preciso ter sorte (até os animais tem mais sorte….)

Mas depois, estes senhores, tem péssimas capacidades sociais, e de EMPATIA, porque fazem o que lhes fizeram, mas esperam que a historia seja diferente com os mesmos passos… tá.


algumas definições importantes de reter:

ví•ci•o

(latim vitium, -ii)

substantivo masculino

  1. Defeito ou imperfeição.
  2. Prática .frequente de .ato considerado pecaminoso.
  3. Tendência para contrariar a moral estabelecida. = DEPRAVAÇÃO, LIBERTINAGEM
  4. Hábito inveterado. = MANIA
  5. Dependência do consumo de uma substância (ex.: vício do álcool).
  6. Erro de ofício.
  7. Erro habitual no uso da língua.
  8. Mau hábito ou costume que as bestas adquirem. = MANHA

em•pa•ti•a

(grego empátheia, -as, paixão)

substantivo feminino

Forma de identificação intelectual ou .afetiva de um sujeito com uma pessoa, uma .ideia ou uma coisa (ex.: a empatia entre os voluntários e a população local era evidente; assistimos à perfeita empatia entre piano e violino).

hu•ma•ni•da•de

(latim humanitas, -atis)

substantivo feminino

  1. Conjunto dos seres humanos.
  2. Natureza humana.
  3. Bondade, benevolência, compaixão.

arrisco a pedir que vejam e oiçam um dos métodos do treino mais conhecidos: Estivill (também há o de Ferber) até ao fim e me digam o que sentem ao assistir – e parem para pensar o quão ridículo é o facto do ADULTO ESTAR A RECEBER ACOMPANHAMENTO E CARINHO

Alguém é ensinado a respirar?

Então não se ensina ninguém a dormir.

E para verem: num café, restaurante, exposição, fazem de tudo para calar os bebés, mas em casa deixam chorar para aprneder !? (contrasenso, coerência….)

Já agora, sabem o que é necessário para se adormecer?!

Adormecer é o processo de se iniciar o sono. O corpo é colocado em estado de relaxamento até que comece o tempo de recuperação de forças, onde os órgãos são menos exigidos.

E… o que será necessário para uma pessoa relaxar?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *